Esboço do Evangelho de Lucas



esboço do evangelho de lucasESBOÇO DO EVANGELHO DE LUCAS

Relato de Lucas sobre a vida de Jesus, escrito para confirmar a certeza dos acontecimentos em torno da vida do Cristo e dum modo que agradaria a pessoas de todas as nações.

O segundo Evangelho escrito; provavelmente foi registrado entre 56 e 58 EC.
Eventos que precederam ao ministério público de Jesus. (1:1-4:13)

Gabriel anuncia a Maria com antecedência que ela dará à luz o Filho de Deus; quando Jesus nasce, anjos o identificam como “Cristo, o Senhor”.

Aos 12 anos de idade, Jesus interroga os instrutores no templo.

Por ocasião do seu batismo por João, espírito santo vem sobre Jesus e uma voz do céu identifica Jesus como o Filho de Deus.

Satanás fracassa em repetidos esforços de tentar Jesus.

Início do ministério de Jesus, na maior parte na Galiléia. (4:14-9:62)

Numa sinagoga em Nazaré, Jesus lê a sua comissão no rolo de Isaías; os ouvintes tentam matá-lo.

Ele ensina numa sinagoga em Cafarnaum, expulsa um demônio e cura muitos doentes.

É desafiado sobre assuntos tais como o perdão de pecados e a cura no sábado.

Depois de orar a noite inteira, Jesus escolhe seus 12 apóstolos.

Profere o Sermão do Monte.

Cura o escravo dum oficial do exército e ressuscita o filho duma viúva.

Jesus conta as parábolas dos dois devedores e do semeador; realiza mais milagres, inclusive a ressurreição da filha de Jairo.

Os apóstolos são enviados a pregar o Reino de Deus.

Pedro identifica Jesus como o Cristo; pouco depois, ele e mais dois apóstolos presenciam a transfiguração.

Ministério posterior de Jesus, na maior parte na Judéia e na Peréia. (10:1-19:27)

Jesus envia os 70 a pregar.

Conta a parábola do samaritano prestativo.

Ensina aos seus discípulos a orar, depois refuta a acusação de que expulsa demônios por meio de Belzebu.

Jesus adverte contra o materialismo e insta com os discípulos a buscarem o Reino de Deus; fala a respeito do pequeno rebanho e do mordomo fiel.

Sara uma mulher encurvada e responde a objeções de ele fazer isso no sábado.

Ele mostra que os que querem ser discípulos têm de encarar o que isso envolve.

Conta parábolas, inclusive aquelas sobre o filho pródigo, e o rico e Lázaro.

Jesus adverte seus discípulos sobre fazer outros tropeçar; ilustra a necessidade de humildade.

Cura dez leprosos, mas apenas um deles, um samaritano, retorna para agradecer-lhe.

Jesus compara os “dias do Filho do homem” aos dias de Noé e de Ló.

Enfatiza novamente a necessidade de humildade — especialmente dos ricos — daí viaja para Jericó, onde Zaqueu se converte.

Usando a parábola das minas, ele mostra que o Reino não viria naquela época.

Ministério público final de Jesus, em Jerusalém e arredores. (19:28-24:53)

Jesus entra montado em Jerusalém e é aclamado pelo povo, mas ele chora sobre a cidade e prediz a desolação dela.

Expulsa os cambistas do templo; daí é confrontado com perguntas capciosas sobre impostos e a ressurreição.

Predizendo a destruição do templo e a queda de Jerusalém, Jesus fala também sobre o fim dos tempos designados das nações.

Ele institui a Comemoração da sua morte, e depois é traído; quando Pedro decepa a orelha do escravo do sumo sacerdote, Jesus cura o homem.

Preso, Jesus é levado à casa do sumo sacerdote, ao Sinédrio e a Pilatos; depois é mandado a Herodes e finalmente mandado de volta a Pilatos.

Jesus é pregado na estaca; na estaca, ele fala sobre o Paraíso a um malfeitor pregado ao lado dele; ao morrer, cai uma escuridão sobre a terra e a cortina do santuário é rasgada pelo meio.

Seu corpo é sepultado, mas, em três dias, o ressuscitado Jesus aparece aos seus seguidores.

Por fim, Jesus começa a sua ascensão ao céu diante dos olhos deles.

Esboço do Evangelho de Lucas Esboço do Evangelho de Lucas Reviewed by Biblioteca Bíblica on sexta-feira, julho 17, 2009 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.