terça-feira, setembro 01, 2015

Significado de Salmos 139

Significado de Salmos 139

O Salmo 139, atribuído a Davi, é um salmo de sabedoria e de louvor descritivo. Esta mistura não é incomum nos Salmos (Sl 145; 146). O poema descreve os atributos do Senhor não como características abstratas, mas como qualidades reais, por meio das quais Ele Se relaciona com Seu povo. Está assim estruturado: (1) descrição do conhecimento íntimo de Deus de cada servo Seu (v. 1-6); (2) celebração da presença de Deus junto a Davi (v. 7-12); (3) celebração da criação de Davi, desde sua concepção, por Deus (v. 13-16); (4) declaração de que são inumeráveis os pensamentos de Deus (v. 17,18); (5) oração pelo castigo dos inimigos de Deus (v. 19-22); (6) oração para que Deus sonde e guie Davi (v. 23,24).

139.1-5 — Tu me sondaste. Deus sempre sonda e prova Seus servos. Conhece nossos motivos, desejos e palavras antes que sejam expressos; conhece totalmente Seus servos. Mas, conforme explica o versículo 5, Seu objetivo de conhecimento íntimo de Seus servos não é o de julgar e condenar, mas proteger e ajudar.

139.6 — Tal ciência. Aqui o poeta mostra-se maravilhado com o relacionamento íntimo que pode manter com Deus. É simplesmente acima da sua compreensão; a mente humana, com toda a sua capacidade, não alcança um mínimo sequer da mente de Deus.

139.7 — Há duas maneiras de interpretar as palavras para onde me irei. Uma, é que Davi queria fugir da presença de Deus, mas não conseguia. A outra visão seria interpretar as palavras como celebração da graça de Deus, significando que não haveria lugar na criação onde Davi pudesse se afastar da onipresença de Deus.

139.8,9 — Céu. Em linguagem exuberante, expressiva e ampla, a mensagem é clara: não há lugar alto, baixo, longe ou perto, em que o servo de Deus possa se sentir distante dele.

139.10-12 — Tua mão. As palavras do versículo 10 traduzem proteção, sugerindo que o salmo trata da presença auxiliadora de Deus. As trevas. Aqui, Davi exercita ao máximo sua imaginação. As trevas significam a morte ou o inferno (Sl 16.10). É uma expansão das palavras do versículo 8, se fizer no Seol a minha cama. Davi sugere que este deveria ser o único lugar do universo sem a presença de Deus; todavia, embora Deus se oponha a toda escuridão, Ele poderia transformar as trevas do Seol em luz para encontrar Seu servo Davi. Como em 18.7-12, o Senhor reviraria a estrutura do universo se precisasse salvar aquele que O louva e adora.

139.13-16 — Possuíste os meus rins. Davi reconhece que a obra de Deus em sua vida começou já desde sua formação no ventre de sua mãe. Entreteceste-me também pode ser traduzido por cobriste-me, que descreve o trabalho de Deus em criar alguém dentro do útero da mãe. Porque de um modo terrível e tão maravilhoso fui formado pode ser reformulado para sou tua maravilha admirável (Sl 8). Entretecido. O desenvolvimento do feto era um grande mistério para os antigos. Para eles, era como se o feto estivesse se desenvolvendo embaixo da terra. A palavra hebraica traduzida por meu corpo indica o embrião.

No teu livro. A ideia é de que a vida, a estrutura e o sentido da vida da pessoa são estipulados desde o começo por Deus.

139.17,18 — Os teus pensamentos. Não só a obra de Deus, mas também os Seus pensamentos na vida de uma pessoa de fé são objeto de constante admiração. Seus pensamentos são inumeráveis, totalmente impossíveis de contar, além de insondáveis. E tudo inteiramente inexplicável.

139.19-21 — Matarás o ímpio. Davi desejaria um mundo em que não houvesse mais o mal, nem destruição, nada para afastar as pessoas de Deus. Os inimigos de Deus são inimigos de Davi, porque sua vida se acha estreitamente ligada ao Senhor.

139.22 — Ódio completo. Estas palavras podem parecer fortes, mas a ideia de um inimigo de Deus é tão odiosa para o salmista que ele os enfrenta abominando-os pelo que são.

139.23,24 — Sonda-me, ó Deus. Estas palavras se parecem com as de Salmos 19.14. Davi pede a Deus que examine seus pensamentos e o limpe de todo pecado para que possa ganhar a vida eterna.