Estudo sobre Efésios 1:3-6

Estudo sobre Efésios 1:3-6

Estudo sobre Efésios 1:3-6

Esta seção começa com uma doxologia, uma canção de louvor a Deus, que continua no versículo 14. No grego, é tudo uma frase - umas duzentas palavras. Os tradutores da NIV dividiram em frases mais curtas, mas ainda é bastante complexo. Portanto, destacamos esses conceitos principais. Fique de olho neles.

1. Desde a eternidade, Deus teve um plano de salvação.
2. Este plano é cumprido em e por meio de Cristo.
3. O plano de Deus nos dá grandes e preciosas bênçãos e é nossa razão para louvá-lo.

O versículo 3 literalmente diz: “Bendito seja Deus... que nos abençoou... com todas as bênçãos espirituais”. O autor fala para pessoas que percebem como são muito afortunados. O que os torna tão afortunados é que eles receberam “todas as bênçãos espirituais”. Nenhuma coisa boa está faltando. Tudo conectado com “os reinos celestes” é deles. Precisamente quais são essas bênçãos serão indicadas mais adiante.

De quem os destinatários receberam essas bênçãos? Paulo identifica o doador como “o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo”, que nos abençoou “em Cristo”. Tudo vem de Deus em Cristo e somente em Cristo.

Quão importante é Cristo na equação se torna evidente quando Paulo declara: “Ele [o Pai] nos escolheu nele [Cristo] antes da criação do mundo para sermos santos e inocentes aos seus olhos”. Notamos que Deus tinha um plano que já existia em sua mente “antes da criação do mundo”. Em Cristo, Deus nos escolheu para sermos santos e irrepreensíveis. Não é que fôssemos sagrados e inocentes para começar e, por essa razão, Deus gostou de nós e nos escolheu. Não, longe disso! Ele nos escolheu quando não tínhamos justiça para oferecer. Na verdade, ele nos escolheu antes de nascermos, antes mesmo de o mundo existir. Deus nos escolheu, diz Paulo, não porque éramos santos e irrepreensíveis, mas ele nos escolheu para sermos santos e irrepreensíveis. Ele nos escolheu - pecadores que somos - a fim de nos tornar justos em Cristo. Toda bênção espiritual repousa sobre Cristo e seu mérito salvífico.

Deus está nos escolhendo desde a eternidade é frequentemente chamado de eleição. Também pode ser chamado de predestinação, como Paulo faz quando continua: “No amor ele [o Pai] nos predestinou a sermos adotados como seus filhos por meio de Jesus Cristo, de acordo com o seu prazer e vontade.”

Eleição e predestinação não são duas coisas separadas e não relacionadas. De fato, Paulo os conecta aqui. Chamamos a atenção para o fato de que toda essa seção de abertura é, na verdade, uma frase longa. Em vez de ter duas frases separadas aqui, no grego, Paulo coloca as duas expressões juntas de uma maneira que poderia ser traduzida: “Deus nos escolheu predestinando-nos para sermos adotados como filhos por meio de Jesus Cristo”. Note a mesma combinação no verso 11.

Pense no que isso diz! Desde a eternidade, antes que o tempo existisse, o plano de Deus era nos tornar membros de sua família, para nos trazer para sua casa como filhos e filhas. Por isso, ele é nosso Pai e nós somos seus filhos, na linha de uma herança completa. Tudo o que Deus tem até agora está sendo usado para o nosso bem e bênção, e ele se tornará visivel e tangivelmente nossa possessão pessoal no céu.

Por que Deus faz tudo isso? “No amor, ele nos predestinou”, diz Paulo, “de acordo com seu prazer e sua vontade”. Podemos simplesmente dizer que ele fez isso porque queria fazê-lo. Foi “o prazer e a vontade dele”, estimulado por seu grande amor por nós.

Mas Paulo responde a nossa pergunta de outra maneira. Lembre-se de que ele começou essa seção direcionando a atenção do leitor para o Deus “que nos abençoou… com todas as bênçãos espirituais em Cristo”. Como vimos, essas bênçãos espirituais, que culminam em nossa adoção como filhos e filhas de Deus, são totalmente imerecido. Eles vêm como um presente puro da graça de Deus. Por que Deus os dá? Para que possamos ser levados a agradecê-lo e louvá-lo, ou como Paulo diz, “para o louvor da sua graça gloriosa, a qual ele nos deu gratuitamente naquele que ele ama [Cristo]”. Note novamente, tudo vem através de Cristo, aquele a quem o Pai ama e com quem ele está satisfeito (Mateus 3:17).

Aprofunde-se mais! 

Fonte: Panning, A. J. (1997). Galatians, Ephesians. The People’s Bible (p. 130). Milwaukee, Wis.: Northwestern Pub. House.