segunda-feira, 13 de julho de 2009

Postado por Eduardo G. Junior Em | No comments

comentario da carta de tiago
Feliz o homem que estiver perseverando em provação...

Tiago refere-se aqui às provações vindas de fora, não a tentações no íntimo, pois, conforme observou certo erudito bíblico: “Ao engodo íntimo para o mal teria de se opor resistência, não perseverança.” Não é que as provações não possam produzir tentações para o mal ou contribuir para elas. (Veja Mateus 16:21-23.) Mas Tiago destaca a perseverança em provações. Em contraste, qualquer instigação ou pressão para fazer o mal, que surja dentro de nós, devia ser prontamente rejeitada. O homem que não desiste quando confrontado com uma situação provadora, mas que continua perseverando fielmente, é quem pode ser declarado feliz. Há verdadeira alegria e satisfação em sabermos que preservamos uma consciência limpa e que fazemos o que é direito, apesar de dificuldades, provações ou tentações, que poderiam desviar-nos do que é reto. Sentimo-nos achegados ao nosso Criador, ao continuarmos a sentir seu cuidado amoroso num tempo de adversidade. (1 Ped. 5:7)

Porque, ao ser aprovado, receberá a coroa da vida...

A perseverança fiel resulta em mais do que apenas a atual felicidade. O cristão gerado pelo Espírito, permanecendo como servo aprovado de Javé, certamente receberá a “coroa da vida”. Isto não quer dizer que mereça o direito à vida pela sua perseverança em provações, mas é honrado como com uma “coroa” pela dádiva da vida celestial. A vida não pode ser merecida por homens imperfeitos, mas é a dádiva gratuita pela fé em Jesus Cristo. (Rom. 6:23) O cristão perseverante provou que tem tal fé. A qualidade dela foi provada e achada completa.

Que Yahweh prometeu aos que continuarem a amá-lo...

A “coroa” (a própria vida) é prometida a todos os cristãos gerados pelo Espírito e nascidos de novo, que continuam amando a Deus, provando que são realmente seus amigos. Este amor é demonstrado pela obediência às ordens de Deus. (1 João 5:3; contraste isso com Romanos 1:28-32.) Deus, por meio de Cristo, faz com que as provações dos cristãos cooperem para aperfeiçoar seus servos, se perseverarem nelas com firmeza, sem queixa e com a Sua ajuda, de maneira triunfante, até a morte. (Rom. 8:28; 1 Ped. 5:10)

0 Deixe seu comentário:

Postar um comentário

Compartilhe Este Artigo

Delicious Digg Facebook Favorites More Stumbleupon Twitter

Pesquise outros Estudos